O Medo veio visitar-nos…

imagem 120

‘Por vezes quando se começa, recomeça-se muitas vezes, tantas vezes. O processo faz-se caminhando, desenhando, reajustando, e muitas vezes leva-nos a outros caminhos que por sua vez preenchem e nos mostram outro prisma. Se não começarmos por algum lado, nunca saberemos onde nos pode levar, transformar, ver, sentir, aprender, transmitir, crescer, evoluir, ser, estar…’  Sandra Simões

Haverá sempre o medo, o medo de começar, de falhar, de perder, de tentar, de agir…e não se cumprir o que se deseja, ou realizar o que se perspectivou. Quando se começa a andar, a criança passa por tantas tentativas até aquele momento em que se ergue e se equilibra sozinha, dá um passo a medo à frente de outro e do nada verifica que está a andar sozinha, sem apoios, confiante, mas sem pensar bem no que está a fazer. À medida que vai crescendo toma maior consciência de si própria, do que sente, do que a rodeia, do que lhe causa sensações e emoções, do que lhe permite atenção ou não. É na fase da tomada de consciência de si próprio que nós enquanto adultos, temos o dever de orientar e apontar direcções, e de estimular  autonomia na criança, conversando, explicando, desmistificando os medos, os fantasmas, os receios em avançar. Queremos muitas vezes que a criança comece a ser mais autónoma, no entanto somos nós ao mesmo tempo que refreamos essa mesma autonomia. Há que estar atento e em cada oportunidade, promover essa possibilidade, transformando inicialmente num jogo, num desafio e mais tarde, já na adolescência nas suas tarefas diárias. O mesmo acontece para o pensamento, para o discurso interno, para aquela conversa que temos connosco e nem nos apercebemos do que nos vamos dizendo. Aprender a ter uma linguagem positiva sobre nós e poder partilhar com as nossas crianças, sendo o exemplo daquilo que desejamos para elas. Sem esquecer que muitas vezes, quando se começa, recomeça-se muitas vezes, tantas as necessárias…até conseguirmos perceber que os medos foram ultrapassados, que demos lugar a outros para mais tarde colmatar, transformando em conquistas diárias, desenhando um trajecto que nos levará ao melhor em cada um de nós e a nos conhecermos melhor…a começar desde pequenino.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s